Nº de visitantes por País

free counters

15 abril 2009

AQUI ESCREVO… PALAVRAS





Aqui escrevo…palavras

As palavras que aqui escrevo
São pedras de todos os tamanhos
E de todas as cores
Que lanço em desordem
Em todas as direcções
Crendo, que um dia,
Sem que a ciência o possa explicar
Uma delas em vez de cair
(todo o corpo cai)
Vai subir, subir, e elevar-se tanto
Que vai colocar-se no céu
E nele, seguramente,
Vai construir um castelo
E enamorar-se por uma estrela
E passarão a brilhar juntos
Sorridentes de felicidade
Lá, nos confins do Universo.




3 comentários:

Liliana G. disse...

¡Qué precioso! Pedro tus imágenes son espectaculares y tu poema una dulzura.
¡Quién sabe! Tal vez un día algunas de tus piedras se eleven al cielo y contruyan el castillo mágico de tus sueños.
Un beso grande.


No tuve que pasar por el traductor tu poema, lo entendí perfectamente a través del alma de la poesía.
Espero que vos me entiendas.

mariam disse...

Pedro,

precioso poema, este. e os demais.. subirás alto sim! e... se tudo o que fazes é fruto do que gostas e sentes é também um acto de subires alto dentro de ti. o mais importante é sentires-te bem.
aqui tenho vindo, mas nem sempre deixo comentário, fico em silêncio e espanto perante alguns dos teus escritos... sempre em crescendo! o 'tratado' 'ensaio(?)' é enorme! e não me refiro ao tamanho mas ao conteúdo. parabéns.

é um gosto apreciar as tuas fotografias. lindas! e na lateral as contraluz do cambiantes do céu estão fantásticas! . gostei muito.

um grande abraço e o meu sorriso amigo :)
mariam

BIA disse...

"O sonho eleva-nos além do tanto de peso que é o corpo em nós...através dele, somos capazes de construir castelos no céu...feitos de pedras preciosas!
Sinto em ti uma sensibilidade muito apurada...
Aprecio-te nas palavras e no que de ti vislumbro do que expões. Aprecio-te deliciada."

Lê como se te contasse um segredo ciciando baixinho... penso que o poema o merece!


Abraço-te de peito aberto


BIA