Nº de visitantes por País

free counters

22 julho 2016

REMOINHOS DE IMAGENS DO PASSADO RELEMBRADAS HOJE



No meu processo de adaptação à minha nova realidade tentei recuperar voltando a fazer, o melhor que pudesse e soubesse o que antigamente me dava gozo fazer, e me entretinha. Tinha os blogues, dois, um em castelhano que chegou a ter mais de 400 visitas por dia, e um em português muito reservado, intimista onde me permitia lá colocar tudo o que fazia, contos, delírios, poesias, fotos, tudo ia para lá, muito como rascunho, ali caía e ali ficava, podia um dia ser corrigido e melhorado.

Ainda tinha um terceiro blogue que fiz só para o caso de um dia ter de defrontar com as palavras alguém, pessoa ou instituição que comigo se metesse e me fizesse dano. Para que não estivesse morto de vez em quando colocava lá análises do tipo político, opiniões irreverentes, audazes, francas, como eu sou.

Depois hibernei por volta de 5 anos. Não escrevi nada mais, não toquei nos blogues, não tirei mais fotos. Vivia fisicamente mas estava mais morto que vivo na alma. Não é fácil, nesse período perdi muito por mim, de mim e para mim e perdi muito com os outros. Posso afirmar sem risco de errar que quando tive de acordar do marasmo onde me encontrava não tinha ninguém. Por esta ou aquela razão nem amigos nem família resistiram aos laços que tais relacionamentos pressupõem habitualmente. O único ser que se manteve amigo até ao fim - faleceu de velho e de doente - foi a cadelita boxer da minha filha Helena, chamada Ginny.

Depois a história é por demais conhecida de todos os entram em meu blogue, e agradeço cada dia serem mais, houve um qualquer mau olhado ou bruxaria e os médicos que me fizeram a Junta Médica prejudicaram-me, brincaram comigo como se em vez de 60 anos fosse um cachopo de 15 anos, e se portaram muito baixo e muito sujo. Senti de tal modo a afronta que tive de chamar todas as minhas forças e fazer aquilo que no fundo quase toda a vida tive de fazer só; lutar. E lembrado o blogue feito à medida foi só começar a colocar lá fotos e textos, protestos, reclamações e tudo o que me veio à cabeça. E, numa teimosia de força decidi que cada dia tinha de colocar pelo menos um "post" em cada blogue. E colocar mais uma foto no OLHARES.

Nos blogues fui cumprindo embora muitas vezes sem grande espírito e paciência, em situações de mal estar, de desânimo mas lá ia cuidando das coisas. Em relação às fotos a colocar no Olhares, coloquei uma...

Hoje fui dar uma olhadela a algumas fotos que lá coloquei. Ver se um dia chegará a chama, aquele vício de andar de maquineta dos retratos e tirar foto a tudo e mais alguma coisa. Espero esse dia, talvez venha. Saudades, enfim, vamos indo.











Sem comentários: