Nº de visitantes por País

free counters

19 maio 2016

ORDEM DE MARCHA: TOCA A RECUPERAR


ALTEREI ESTRATÉGIAS














Os milagres são coisas inexplicáveis que o entendimento não conhece, nem pode imaginar fazer. São actos excepcionais apenas feitos por Deus ou, em estrita medida em quem ele delegar, Anjos ou Santos, ou mesmo algum homem que sem o saber já entrou nesse reservado grupo de seres de eleição que Deus quer a seu lado e a quem dá poderes que ultrapassam a ciência, a técnica, e o conhecimento humano.

E apernas alguns, por desígnios que nos escapam, são ajudados através dessses fenómenos celestiais. Eu não tenho a pretensão de ser mais que o meu semelhante, sou homem, sou filho de Deus, sou imperfeito, cometo erros.

Ontem, em bom rigor vim aqui carpir as minhas mágoas - não tem dúvida que este blog funciona como um baú, muito reservado, onde vou colocando meus delírios, meus sonhos e meus estados de alma. Ontem estava completamente destroçado. Caído, sem forças, sem ânimo. Tomei um SOS, que mais não é que um salva vidas quando estou à beira de uma crise mais profunda, tomei os medicamentos da noite algum tempo depois e fui deitar.

Ainda deixei preparadas as fotos sobre a Costa Rica que coloquei hoje no meu blog Kampuslatinoamericanus. E fui deitar. Adormeci e descansei. Acordei cedo.

Vim - me sentia melhor - colocar qualquer coisa no meu blog de luta, não poso permitir-me deixar passar um dia sem dar notícias. Creio que o recado foi dado, e como sempre, mesmo quando trato com gente que não presta, tento ser claro, não mentir e dizer o que sinto.

E disse que estava morto de cansaço. Mas regressaria. É o meu desejo mais íntimo e mais forte. Alterei hábitos, fui á cidade beber um café, depois vim aqui e enviei uma mensagem a uma personagem importante que tenho a honra de conhecer e em quem deposito esperanças, pois o considero além do mais uma pessoa bem formada, e que tem poder, podendo, se puder e quiser, resolver esta trágica guerra que não esperava receber quando me aposentava por doença, isto é, quando reconhecidamente me encontro mais debilitado.

Fui dar um passeio a pé, coisa que não recordo de ter feito. Mas cheguei meio morto a casa. A energia ainda está longe, as forças mantêm-se fracas mas a vontade de seguir em frente recebeu um pequeno impulso. Temos guerreriro. Vamos dar alguns dias. Vamos ter fé. Até pode acontecer tudo se resolver sem recurso a guerrilhas injustificadas, que acontecem infelizmente quando a pessoa a quem sempre se quis bater, está frágil, doente. Mesmo sendo coisa de gente baixa e cobarde não deixa de ser um ataque, sujo, mas que fere. Se Deus quiser, não se encontrando a paz, como já propus duas vezes, vamos continuar a guerra. E mesmo debilitados só podemos ter um resultado, a vitória do bem sobre o mal, do direito sobre o torto, da justiça sobre as ilegalidades. Quando a entidade que me atacou e andou brincando com a minha dignidade de homem, quiser a paz, eu não sou pessoa nem de ódios nem de rancores (ao contrário da pessoa que está por detrás de tudo isto) e tranquilamente enterro as armas.

Hoje, nada mais farei. Tenho uma consulta. jà fui ao médico de manhã. E tenho de recuperar forças. 



Sem comentários: