Nº de visitantes por País

free counters

16 janeiro 2012

É essa a real fantasia de um amor assim...




Já te disseram querida que és a deusa mais bela do universo?

Hummmmmmmm... digo eu, estou seguro desse facto, dessa realidade, que ninguém existe que possa para mim ter toda essa importância que tu tens, com a tua beleza, a tua doçura e simpatia, a tua juventude.

Os deuses do Olimpo invejam e reconhecem a tua excelência e preciosidade rara: Garantem-no.

Deste modo, todo aquele que possa ter a tua atenção, a tua amizade, o teu carinho, ou mesmo mais, o teu amor, esse mortal, humano acima dos demais, encontra para si a mais bela bendição, e somente se pode considerar, ser, e sentir-se, o mais feliz homem do mundo.

Sinto tudo isso princesa ou deusa que encontrei nas minhas deambulações por um mundo que não acaba mais. Sinto a sorte, os deuses estiveram comigo, de te encontrar, num espaço e tempo incrivelmente estranho e fantástico, onde a magia nos colocou frente a frente.

Poder recordar esse momento... Foi efectivamente uma fortuna, esse feliz acaso, esse fugaz instante, e recordá-lo, poder pensá-lo, e tudo sentir é gratificante e me faz feliz.

Tudo foi extraordinariamente fora do que é humanamente crível. Foi ilusão e magia. Foi algo inexplicável. Foi o encontro, pura e simples do mais belo que existe, o amor, juntando assim, quase miraculosamente, de um modo muito belo e intenso, dois seres.

Tenho tanto para contar, que trago dentro de mim, e pretende arrojadamente saltar fora, explodir, espalhar-se desatinadamente em todos os sentidos.

Olho as estrelas do céu, cada noite, e imagino que em algum lado debaixo deste magnífico firmamento, tu estás, e olharás também os altos, e então, acontece, o feliz encontro, o toque mágico, o irrealismo que sentimos por demais realidade de estarmos juntos.

E imagino o mar, olho com êxtase tudo o que tenha a vastidão do oceano, todo pintado de azul, essa mistura inigualável que envolve o mundo, a vida e os homens, desse mar sem fim abraçando o céu.

Sei que em algum lugar tu estás. Envolta nesse azul, e me esperas, levantas os braços, olhas o horizonte, onde, sem dúvida, num outro lugar, que podes imaginar ou mesmo sentir, à tua frente, estou.

Sinto-me feliz...

Com o tempo, os dias, essa súmula de momentos e instantes, vou te sentindo cada vez mais perto de mim. Essa magia de te encontrar sem que se saiba como, enigmaticamente, num rasgo de miraculosa oportunidade feliz, dá-me esse calor interior, essa chama ou mesmo luz de querer-te, de estar bem, de já não acordar só, em cada manhã.

Tenho para mim, acredito nisso, que em algum espaçozinho deste planeta onde existimos, estarás, sendo aí, e no meu coração, a rainha minha, que a verdade e o conto fantástico dos meus delírios, tão bem me mostram em fantasiosas imagens que posso projectar dentro de mim.

Poderás estar longe, mas na realidade, estás muito perto de mim, junto de mim, dentro de mim, e juntos, eu e tu, os dois, realizamos em discretas rotinas, coisas simples e maravilhosas que nos dão um existir pleno.

Passeamos juntos de mão dada, saímos a fazer compras, viajamos a descobrir e conhecer sítios lindos e interessantes, e por que não dizê-lo, temos juntos, entre milhões de projectadas cores e luzes, e embalados pela música mais suave que se pode imaginar, momentos de grande beleza, ternura e amor.

Aí reside toda a extraordinária magia de um amor assim. Sem que saibamos bem, como ou porquê, ou onde, nos amamos, os dois, e mesmo longe, separados, distantes, estamos e permanecemos ao lado um do outro, e nos perdemos em entregas de beijos, carícias e amor, quando nos perdemos juntos.

Está aí, de facto, toda essa essência que ultrapassa o imaginário ou o fantástico e nos faz, ser, ter e estar, quando fazendo amor, nos encontramos e nos perdemos.

É essa a real fantasia de um amor assim...








Sem comentários: