Nº de visitantes por País

free counters

15 fevereiro 2011

Castelinho mágico de Almourol



Acredite se quiser, da mesma maneira que está provado cientificamente que existem bruxas e que a poção mágica que muitos políticos da nossa praça demandam em busca de inteligencia e bom senso é uma realidade, também são reais, aí, pululando entre lugares do nosso planeta, coisas mirabolantes e sitios cheios de magia.

Ás vezes, o que não é nada fácil é de provar, com os meios que o cidadão normal tem ao seu dispôr, da existencia de uma dada coisa, ou da presença nela, da mencionada magia ou encantamento.

Assim muitas das vezes a verdades que o nosso discernimento procura fugir, vêm os eruditos, com arrazoados de meia tigela, explicar o que se lhes escapa ao saber, chamando às coisas, de histórias de pasmar, de lendas, e muitos outros nomes, catalogando assim, num apenas imaginável feito ou facto, o que foi ou é mesmo, rigorosa verdade.

Exemplos? Bem, nem sempre é fácil, mas procurei neste "post" que de modo claro, sem que possa suscitar dúvidas, se coloque uma irrefutável prova, a de um castelo português, construído há muitos séculos atrás para defesa na denominada linha do Tejo, e que a muitos parece ser obra de fantasia, ou simplesmente delírio imaginativo de uns quantos meio possuídos por qualquer loucura ou falta de tino.

Procurei-o e porfim, depois de horas e horas em perseguição tenaz, que o pobre castelinho romantico colocado para inacessível se tornar no meio de um rio, fugia da maquineta dos retratos como o diabo da cruz, lá o fui caçar, para de modo audaz e temerário o registar com a minha máquina fotográfica.

Poucos acreditariam se o vissem naquela noite em que por estranho fenómeno, parecia dia, havia luz, e cores, muitas, tornando algo que a realidade assinala, numa coisa que parece do outro mundo.

Para que não duvidem coloco aqui a foto do castelo, que a história diz ter pertencido à Orgem Militar dos Templários,e que pertenceu de facto à conhecida linha defensiva do Tejo por alturas da nossa reconquista cristã, e estava sempre, como hoje ainda se encontra, numa pequena ilha, isto é, rodeado de água do referido rio por todos os lados, mais quando cheio, e a que denominaram de Almourol.

Para que conste, certificado, pronto a ser visitado, mesmo que pareça imaginário, ele existe, tal e qual como muitos bruxedos e poções de saber e conhecimento, e é, não duvidem, mesmo igualinho à foto que todos podem observar. Para que não restem dúvidas.

Sem comentários: