Nº de visitantes por País

free counters

14 fevereiro 2011

Amar é tão natural como a sua sede!...



14 de Fevereiro, ano de 2011, segunda-feira, DIA DOS NAMORADOS

Coloco hoje aqui quatro simples flores, com as suas cores, a sua representação de uma beleza perfeita, procurando destacar deste modo, um dia dedicado ao amor, à entrega tão desejada em todos e em qualquer parte do mundo, de algo mágico, belo, que pode ocorrer entre seres que se querem e se desejam.

Amar é tão natural como a sua sede, poderia dizer-se, mas seguramente tem em sí muito mais encanto, mais delírio, mais sonho. É maravilhoso estar apaixonado, ser de alguém, entregar-se todinho ao que se ama. Amar com plenitude, com êxito, totalmente realizado, é quando dois seres conseguem entregar-se, cada um ao outro, mantendo-se a unidade, mas sentindo-se um único ser. É dar e receber, é partilhar, é misturar-se em fantasias maravilhosas, num outro mundo, tão belo, que parece inacreditavelmente longe de tudo e de todos.

Por isso, porque o amor representa algo de muito lindo na vidas das pessoas, e seguramente um catapultar de feitos e realizações - um coração enamorado é capaz de tudo - não poderia deixar aqui de colocar algo, que fosse belo, que fosse simples, mas que representasse dignamente o sentimento que de mais belo pode existir juntando duas pessoas.

Quatro flores simples, singelas, com suas cores, aquie enaltecendo, recordando, celebrando, a doce certeza que existe nos corações de enamorados, que os leva a desfrutar de sensações sem ímpar, de um elevar-se, de suaves maravilhas.

Hoje, 14 de Fevereiro, celebramos aqui, e nos rendemos aqui, e enaltecemos, e cantamos, o amor, o estar enamorado, os beijos, as caricias, os momentos de ternura, a troca de olhares, a mão dada, o poder voar nesse tumulto inebriante de sensações que nos fazem loucos, perdidos, querendo mais, e sempre, mais até à entrega de corpos e almas, num amor sem fim.

Que hoje, e em cada dia, se não esqueça nunca o amor, tudo o que representa, as sensações de leveza, a sedução, o beijo. Que o amor continue a fazer parte das nossas vidas, seja o sonho que mantemos teimosamente, seja um querer imenso, para que seja possível crer, num amor sublime, que cada um de nós vai encontrar e ter, sendo feliz assim, até ao fim do mundo.

Eu por mim, olhando essas quatro flores, olhando o mundo e a vida, o acumular de experiencias já vividas, poderia assegurar sem correr riscos que uma vida com amor, é milhentas vezes mais saborosa, mais feliz, mais intensa, que muitas existencias juntas, sem a chama, sem abraços, sem mil delícias, de um estar sem o outro ao nosso lado.

Que o dia do amor, dos namorados, seja efectivamente celebrado hoje um pouco por todo o mundo. Mas que o amor seja uma realidade em cada e em todos os dias, e que os namorados continuem de mãos dadas, se querendo, aos beijos, um pouco por todo o mundo, gozando o prazer inesgotável dum querer sempre.




Sem comentários: