Nº de visitantes por País

free counters

31 agosto 2009

São os olhos doces, teus... o teu olhar


Luzes do teu olhar...

Luzes existem, dispersas, altaneiras
Entre espaços sem fim, mundo fora
E nos fazem seguir um sentir que temos dentro
De nós, e do nosso mundo, teu e meu, bem nosso
Permitindo, enlevados, mãos nas mãos,
Caminharmos como se estivéssemos juntos
Numa entrega sem limites, nos querendo,
Nos amando, em cada toca de olhares
Sentindo aqui neste vale terreno, junto a mim
As luzes brilhantes, como em encontro estrelar
Onde as cores, fantásticas, cintilando
São quiméricos sonhos, bandeiras e faróis
Que além do alto nos fazem ver.

As luzes saltitando, que vejo nos céus
Faiscando, luzidias, entre mil estrelas
São as forças que recebo de ti em cada noite
Para que possa existir plenamente, em pleno dia
São os beijos que me confortam e me fazem viver
São as carícias de um amor ainda existente

São afagos ternos que das alturas me chegam
As luzes, entre sóis, irradiando clara luz
São os olhos doces, que sempre me incentivam
Teus, belos, brilhando, lá no alto… o teu olhar.

Sem comentários: