Nº de visitantes por País

free counters

16 março 2009

Me procuro, caminhando





...é verdade, de manhã bem cedo, evado-me daquilo que deveria ser o típico de todos os dias, e busco essa tão saborosa liberdade, caminhando por essas veredas, entre montes e serras, no meio do silêncio e da paz. Entre os protestos, muitas das vezes demasiado sentidos da passarada que foge a toda a velocidade, vou abordando sensações novas, que cada curva do caminho me oferece. Sem ter que pagar. Neste tempo é obra. Olho. Penso. Paro, escuto e olho (me parece melhor - onde já ouvi essa?). Um dia destes pensei... que procuras? Em cada passo, em cada curva do caminho, quando sobes ou desces. Talvez me procure, caminhando...

Mais que um artista de Olympus na mão, sou, eu sei bem, um tipo anarquista meio louco, que vê em cada foto uma porta aberta. Nunca consigo ver apenas o que olhamos. E, peço desculpa, quando abro essa porta e saio a divagar, já não sou só o aprendiz de fotografia, mas um combinado, mal passado de filósofo, escritor, pensador, que quer, bem se vê, ser também artista. Tudo isso barato...

1 comentário:

BIA disse...

...também me procuro caminhando...
é uma procura humana e viva...

na costumeira confusão da vida.

"Curiosos são os caminhos da nossa procura!"


Abraço de peito aberto


BIA