Nº de visitantes por País

free counters

25 setembro 2008

Explosão ...


GRITO DE BATALHA…

Há algum tempo tenho esta foto que queria muito colocar no Olhares। Ainda não o tinha feito porque não encontrava argumento capaz que pudesse justificar um simples nome, nem um montinho pequeno de palavras que fosse, por si só, capaz de explicar o seu nascimento.Se há fotos mágicas – e eu levo o tempo falando da magia que uma foto pode (e deve ter) – esta é sem sombra de dúvida uma delas.Dela, dessa foto, só imagino mesmo por uns pontinhos luminosos, a sensivelmente, a meio, ao fundo – que mal se vislumbram, insignificantes, sem força – a direcção para onde estava apontada a câmara. Nada mais. Se, claro está, em bom rigor apontei… eu.!!!!????? Feita insolentemente pela minha maquineta dos retratos, à revelia, creio, dos meus desejos ou orientações, de qualquer acção ou comando. Inadvertidamente concretizada por alguma iniciativa minha que não entendo nem recordo, ou por um alheio incompreensível, foge-me da racionalidade, como foi a foto, surgir assim.No meio das fotografias que entusiasticamente tirei no Segundo Encontro Internacional dos Olheiros de Setúbal. Registando, ou fazendo olhar para umas tímidas luzinhas, teimosas ali, num estaleiro ou porto, que se via lá longe, do outro lado da imensidão de águas, ao cair do dia. Fiquei estupefacto com o efeito, com a essência, o que se pode ver, não percebendo para onde terá ido o que deveria efectivamente estar, e desapareceu, como se nunca existisse, pensando eu, de imediato, que tal resultado só poderia atribuir-se a alguma loucura disparatada da minha maquineta dos retratos.(Que pude sentir andava aluadinha por uma Sony prateada que sorridente teimava em lhe passar à frente das lentes…).Gostei dela. Da foto. Do inexplicável. Da explosão que efectivamente nos revela. Uma explosão com cor, que parece transportar milhentas partículas de água, ou simplesmente gotinhas, cheias de vida e de encanto.E sonho. Acho que esta foto tem sobretudo sonho… com querer (próprio dos sonhos), tem luta, tem garra, entusiasmo. É a vida teimando em mostrar-se, imitando o sol na Carrasqueira, ali ao lado, mesmo juntinho, fazendo birras para não ir para a cama. É a força. É um querer obstinado de estar, contra o que vier…Quando e como colocar a foto no Olhares? Como poderia explicar que essa foto só é minha, porque a fiz saltar da maquineta dos retratos para o computador. Que apareceu sem explicação. Teimosa. Forte. Arruaceira. Entre outras que eu sei que criei. Que nasceram de mim. Da minha vontade. Do meu querer.Gosto dela, da foto, é especial. Pelo que não pode entrar assim pelo Olhares de qualquer maneira. De modo igual às demais. Mais uma. Não pode… há ali algo mais.Esta foto, é uma explosão, é uma força, é um inexplicável, muito bom – sente-se – forte, que está aqui para ser de todos, de todos os que nela quiserem ver alguma coisa, mas desejo que de modo particular se torne de alguém, de algumas pessoas que são muito especiais, e também olham, e também buscam forças, e alegrias, e explosões (de emoções) vendo imagens.ESTA FOTO É DEDICADA COM TODO O CARINHO AO CLUBE DAS VENCEDORAS, que seja ela uma gotinha explosiva ao lado de uma luta (sem tréguas), de todo um querer. Que não largue nunca, que ajude, que anime, que seja chama, sinal, força. Que possa ser companhia de muitas guerras que têm de ser travadas, e que assista, por fim, ao sorriso, mesmo cansado, que se esboça… na vitória.Que seja pois, … um GRITO DE BATALHA, das mulheres lindas que lutam, e que não podem desistir, nunca. Força amiguitas. Muita força. Não estão sós.Temos de vencer, ânimo; CAT_DEALMEIDA, CRISTINA MATOS, LENA FERRAZ, ROSÁRIO SOARES…, e naturalmente mais lutadoras que neste Clube de Vencedoras não deixarão de batalhar… e de estar, nos nossos corações.Obrigado